ESTRATÉGIAS PARA A INTEGRAÇÃO DISCENTE: um relato de experiência da I Semana Acadêmica de Recepção aos Alunos da EaD em uma Universidade Pública do Norte do Paraná

Autores

  • Josimayre Novelli Universidade Estadual de Maringá - UEM
  • Flávio Rodrigues de Oliveira Universidade Estadual de Maringá - UEM
  • Josiane de Mello Medeiros Medeiros Universidade Estadual de Maringá - UEM
  • Annie Rose dos Santos Universidade Estadual de Maringá - UEM

DOI:

https://doi.org/10.18817/ticseademfoco.v8i3.587

Palavras-chave:

Educação a Distância. Educação Superior. Integração acadêmica. Evasão.

Resumo

No presente trabalho, o objetivo é socializar os resultados da I Semana Acadêmica de Recepção aos Alunos da EaD desenvolvida em uma Universidade Pública no Norte do Paraná pelo seu Núcleo de Educação a Distância (NEAD), em parceria com o Grupo de Pesquisa Letramentos Digitais: perspectivas teórico-metodológicas no ensino e aprendizagem e na formação docente, para recepcionar e ambientalizar seus novos alunos. Em termos metodológicos, o evento foi realizado totalmente de forma síncrona: palestras e mesas-redondas foram transmitidas pelo YouTube, Moodle e Google Meet. Por se tratar de um relato de experiência, utilizaram-se como instrumentos para a descrição das informações a ficha de inscrição no evento, as listas de presença elaboradas via Google Forms, e a participação dos alunos nos chats e fóruns. A análise dessas interações e participações foi empreendida de forma qualitativa, em uma epistemologia de pesquisa interpretativista. Ao se considerar que a composição da universidade é organizada por cursos distintos, os quais compreendem a graduação e a pós-graduação, com áreas de saberes diferentes, é natural que haja certo distanciamento entre os alunos desses cursos. Tal característica se intensifica quando se pensa nessa mesma oferta na Educação a Distância (EaD). Muitas vezes, limitados aos polos de apoio presencial, os estudantes reduzem sua interação, quase sempre, à sua turma e às plataformas digitais de aprendizagem. Todavia, embora comum, esse distanciamento não se faz necessário, por isso criar estratégias que promovam a integração entre os cursos traz, para além das trocas de experiências, o sentimento de pertencimento, característica fundamental para se combater a evasão. Além disso, discutir a questão da presencialidade é de crucial importância nesse cenário educacional. Como resultados, salienta-se a importância de oportunizar espaços que promovam discussões relativas ao papel da universidade na formação de seus alunos enquanto cidadãos, agentes crítico-reflexivos, em todas as áreas do conhecimento, contribuindo de modo significativo para o controle da evasão e da melhoria em termos de participação mais efetiva em todas as atividades que lhes forem ofertadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

07-12-2022

Como Citar

NOVELLI, J.; OLIVEIRA , F. R. de; MEDEIROS , J. de M. M. .; SANTOS , A. R. dos . ESTRATÉGIAS PARA A INTEGRAÇÃO DISCENTE: um relato de experiência da I Semana Acadêmica de Recepção aos Alunos da EaD em uma Universidade Pública do Norte do Paraná. TICs & EaD em Foco, São Luís, v. 8, n. 3, p. 75–89, 2022. DOI: 10.18817/ticseademfoco.v8i3.587. Disponível em: https://ticsead.uemanet.uema.br/index.php/ticseadfoco/article/view/587. Acesso em: 7 fev. 2023.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)