A FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DOCENTE E AS POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA DA INCLUSÃO

Autores

  • Danielle Aparecida do Nascimento dos Santos Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Rosana Cristina Miranda Dugois Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE
  • Elisa Tomoe Moriya Schlünzen Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE

DOI:

https://doi.org/10.18817/ticseademfoco.v8i2.629

Palavras-chave:

Formação Inicial. Formação Continuada. Inclusão. Políticas Educacionais.

Resumo

Este artigo versa sobre a temática da formação inicial e continuada docente e as interlocuções com as Políticas de Educação Especial, na perspectiva da Inclusão. As Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN), estabelecidas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), propõem como devem ser as políticas e ações educacionais em relação à formação docente, tanto inicial quanto continuada. Dois aspectos fundamentais dessas diretrizes são: a eminência de uma efetiva articulação entre a formação inicial e a formação continuada, e a consolidação de competências docentes para a construção de uma sociedade democrática e inclusiva. Para tanto, formação inicial e formação continuada devem prever processos formativos coerentes com esses aspectos fundamentais, além de problematizar as políticas de educação especial na perspectiva da inclusão. Diante disso, apresentamos uma revisão sistemática sobre os eixos temáticos supracitados e a experiência de construção do estágio obrigatório supervisionado no Ensino Fundamental, Eixo Alfabetização, no Curso de Pedagogia, na modalidade de Educação a Distância (EaD), da Universidade do Oeste Paulista, visando compreender em que medida essa experiência atende aos pressupostos teóricos e legais. Os resultados demonstram que, do ponto de vista da produção de conhecimento no Brasil, nos últimos anos, a perspectiva da inclusão escolar é prevista como componente formativo, tanto na formação inicial quanto na formação continuada. Na experiência descrita, a vivência do estágio supervisionado obrigatório, no Eixo Alfabetização, denota uma perspectiva de integração formação inicial e rede de educação básica e a construção de conhecimentos sobre Inclusão Escolar e/ou apoio e valorização das diferenças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-08-2022

Como Citar

SANTOS, D. A. do N. dos; DUGOIS, R. C. M.; SCHLÜNZEN, E. T. M. A FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DOCENTE E AS POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA DA INCLUSÃO. TICs & EaD em Foco, São Luís, v. 8, n. 2, p. 85–102, 2022. DOI: 10.18817/ticseademfoco.v8i2.629. Disponível em: https://ticsead.uemanet.uema.br/index.php/ticseadfoco/article/view/629. Acesso em: 25 set. 2022.